segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

PALESTRAS E CURSOS DE CAPACITAÇÃO - IMPORTÂNCIA

O diploma de um curso superior nem sempre é o bastante em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. Para conquistar maior destaque e oportunidades na carreira, é importante investir em cursos para maior qualificação profissional, se aperfeiçoar e expandir seus conhecimentos.
As empresas têm buscado pessoas alinhadas às novas tendências dos mercados e dispostas a se manterem sempre atualizadas e preparadas para oferecer visões estratégicas ao negócio. Por isso, o diferencial está na determinação do profissional em agregar cada vez mais qualificações e experiências ao seu currículo.
O problema é que, muitas vezes, não é fácil conseguir conciliar a rotina profissional com cursos de especialização. Ao mesmo tempo, ficar estagnado provavelmente não vai render oportunidades de ascensão na carreira e você ainda corre o risco de perder o seu emprego para um concorrente mais preparado.
Para resolver esse dilema, é preciso estar atento a alguns detalhes antes de tomar sua decisão. A seguir, mostraremos a importância dos cursos de qualificação profissional para te ajudar a refletir sobre o assunto:

Mantém você sempre atualizado
Grande parte da importância de fazer um curso de atualização é, como o próprio nome indica, estar a par de novas ideias e conceitos que o mundo e o mercado acabam exigindo de nós. As mudanças têm acontecido de maneira muito rápida, sendo extremamente importante se capacitar para acompanhar as demandas que se transformam a cada dia.
Além disso, um curso superior dificilmente consegue abranger todos os conteúdos que um profissional de determinada área precisa saber para desempenhar suas funções. Com o tempo de carreira, vamos adquirindo atribuições e, por consequência, outros conceitos e necessidades vão surgindo. Estar atualizado e preparado para lidar com isso faz toda a diferença e mantém a sua capacidade de ocupar um bom cargo ou conquistar novas posições.

Ensina a lidar com novos desafios
Iniciar um curso de capacitação traz novas responsabilidades, já que, quando você inclui uma tarefa diferente na sua rotina, é muito provável que ela te traga desafios. Saber administrar o seu tempo, cumprir com todas as atividades exigidas, buscar estímulos para vencer o cansaço e estudar após um dia intenso de trabalho, superar dificuldades e absorver conhecimentos são alguns exemplos de desafios diários que essa nova rotina pode trazer.
Sair da zona de conforto é sempre desafiador, mas é importante acreditar nos benefícios que essa decisão vai gerar e saber aproveitar as situações para se tornar um profissional e um ser humano melhor. Embora muitas vezes pareça difícil, uma vida sem desafios pode nos deixar despreparados para enfrentar condições adversas.

Redireciona sua carreira
É comum que haja alguma insatisfação com o mercado de trabalho ou com o curso superior escolhido. Hoje, as áreas de trabalho são muito diversas e um curso de especialização pode ser essencial para você encontrar uma outra direção para a sua carreira.
Em vez de optar por outra graduação, cursos de atualização e capacitação podem ser uma solução mais prática e menos custosa para conseguir novas possibilidades de atuação. Sua trajetória profissional não precisa ficar para sempre presa à sua formação inicial — basta encontrar novos focos e se capacitar para isso.

Permite que você conheça novas pessoas
Seja através da pós-graduação ou em um curso no fim de semana, ampliar sua rede de contatos é fundamental. Muitas pessoas conseguem novas colocações ou oportunidades de trabalho por meio do networking feito em sala de aula, em uma palestra ou workshop. Geralmente, esses ambientes reúnem pessoas que podem ser úteis para sua formação.
Conhecer novas pessoas e manter sua rede de contatos atualizada também desenvolve uma boa comunicação. Por mais tímido ou técnico que seja o seu trabalho, saber se comunicar, trabalhar em equipe e demonstrar segurança podem ser determinantes para conseguir um emprego ou mesmo para mantê-lo.
Além disso, a troca de conhecimento e experiências diferentes pode contribuir para o seu desenvolvimento e qualificação profissional. Nas dúvidas e nos desafios futuros, contar com a opinião de um amigo ou conhecido da mesma área pode contribuir muito para uma decisão mais segura.

Otimiza o seu tempo
Um dos principais desafios que um profissional e estudante deve lidar é com a administração do tempo e o planejamento de suas atividades. Saber gerir as horas do seu dia de acordo com suas responsabilidades é fundamental para cumprir prazos e metas, e ainda cuidar da saúde, conviver com familiares e amigos e divertir-se.
Nem sempre conseguimos manter nossa rotina de trabalho e fazer o curso dos sonhos, às vezes por falta de tempo ou de recursos. Mas, atualmente, há uma grande variedade de opções de cursos para todas as áreas, o que pode facilitar muito nossa busca por maior capacitação e ascensão na carreira.

Faz com que você seja reconhecido
É claro que a decisão de fazer um novo curso deve partir de um desejo pessoal e que nem sempre a recompensa acontece tão rápido. Embora o retorno financeiro ocorra apenas em médio ou longo prazo, investir em cursos aumenta as chances de ser reconhecido e ganhar visibilidade no ambiente de trabalho.
A tendência é que os cargos mais altos, as bonificações e os melhores salários sejam destinados aos profissionais com melhores formações acadêmicas e comprometimento. Portanto, demonstrar engajamento, dedicação e vontade de se capacitar e ascender na carreira pode render bons frutos!
Enfim, se você procura por melhores oportunidades e recompensas salariais, é importante estar atento aos cursos de atualização e especialização que contribuam para sua qualificação profissional. Lidar com novos desafios e agregar conhecimento são fundamentais para a construção de um bom currículo e de uma carreira de sucesso.




Inscrições abertas para a 2ª Turma de Capacitação em Psicologia Hospitalar


1ª Turma do Curso de Capacitação em Psicologia Hospitalar








quarta-feira, 17 de julho de 2013

Mais de 65.000 mil acessos...

Bom dia pessoal!

Hoje muito feliz! O meu blog Ponto de Equilíbrio comemora mais de 65.000 mil acessos. Ufa! Muito trabalho e dedicação para tentar levar informações, dicas e aconselhamentos para uma vida emocional e psíquica mais saudável.
Não poderia portanto, deixar de agradecer todo o carinho e apoio apresentados por todos.
Valeu!
Aproveito para divulgar o meu espaço no facebook. Acessem e curtem ao máximo.

Acesse: www.facebook.com/psicologosergiosiqueira

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Definitivamente pensamento leve faz a gente mudar!!!! Bora ser feliz?

domingo, 30 de junho de 2013

Pílulas anti estresse


Você sabia que o estresse é uma reação normal de nosso organismo? Isso mesmo. Não podemos viver sem nos estressar. Afinal, o termo estresse está relacionado a nossa capacidade de adaptação frente a situações novas e/ou inusitadas. O problema que nossa sociedade está exigindo de nós cada vez dedicação e exigência no que se refere a nossa capacidade laboral e consequentemente produtiva.  Temos que ser pais, mães, profissionais, filhos, esposos, esposas, namorados, namoradas e por aí vai.... A cada dia assumimos mais um função e aí é que os problemas começam a surgir.
Por este motivo resolvi criar esta tag “Pílula anti estresse”. Desejo informar através de orientações simples formas adequadas de começarmos a controlar nosso estresse para que ele não se transforme em algo patológico.
Portanto vamos começar.
1 - Evite o estresse desnecessário;
1.1- Aprenda a dizer “não” – Conheça os seus limites e tente cumpri-los. Seja na sua vida pessoal ou profissional, se recuse a aceitar responsabilidades adicionais antes de se comprometer com elas. Aceitar mais responsabilidades do que você consegue ou está preparado é uma receita infalível para o estresse;
1.2- Evite pessoas que lhe provoquem estresse incapacitante – se alguém consistentemente lhe irrita em sua vida e você não consegue evitar que isso aconteça, limite o tempo que passa com essa pessoa. Se isto não for possível, tente perceber se existem alternativas que o capacitem na determinação de uma solução intermédia.
1.3 - Tente ganhar controlo sobre o seu ambiente – Se as noticias dos jornais e TV o fazem ansioso, desligue a TV ou feche o jornal. O tráfico te deixa tenso, tente ir por um caminho com menos fluxo de veículos. Se ir às compras sozinho o estressa, arranje companhia. Tente sempre que possível descobrir uma alternativa que esteja sobre o seu controlo, que possa decidir por si e executar na hora.
1.4 - Evite tópicos “quentes” – se fica facilmente chateado com assuntos religiosos ou políticos, ou outro qualquer assunto que funcione como um gatilho para lhe disparar a resposta de stress, evite, risque esses assuntos da sua lista de prioridades. Aborde essas questões só em situações extremamente necessárias e preparado para tal. Se você repetidamente argumenta sobre os assuntos “incómodos” com as mesmas pessoas, pare de o fazer ou arranje uma boa desculpa e evite entrar na discussão.
Organize por prioridades a sua lista de coisas a fazer – analise o seu calendário, responsabilidades, e tarefas diárias. Se tem muitas coisas para realizar, distinga entre os “deveria” e os “tenho”. Tente perceber aquilo que realmente importa fazer e não aquilo que acha que deveria fazer. Tente hierarquizar em termos funcionais as sua prioridades. Por exemplo, pergunte-se: “de 0 a 10 qual o grau de importância que esta tarefa tem?”, “de 0 a 10 qual destas tarefas tem de estar pronta hoje?”. Coloque as tarefas que não são efetivamente necessárias no fim da sua lista ou elimine-as mesmo.

E você? Tem se sentido estressado? Compartilhe conosco sua experiência. 

Pensamento da Semana


segunda-feira, 24 de junho de 2013

É IMPORTANTE COLOCAR ALEGRIA NA SUA VIDA!

Existe uma enorme diferença entre prazer e alegria. Quando conseguimos fazer uma distinção clara, movimentamo-nos muito mais rapidamente para aquilo que pretendemos atingir na vida e com muito mais energia. Mihaly Csikszentmihalyi descreve muito bem esta diferença no seu livro, Flow – o estado psicológico que entramos quando a noção de tempo desaparece e nos sentimos completamente emersos naquilo que estamos a fazer. Csikszentmihalyi distingue aquilo que fazemos por prazer (sexo, comer, beber, descansar, etc.) daquilo que fazemos por alegria e gozo.
A Alegria e gozo, são mais profundos. A alegria e gozo, envolvem sempre o uso de uma habilidade ou capacidade, e igualmente a noção de desafio. Certamente o objetivo de subir ao Evereste, tem como fim último a alegria e contentamento retirada do fato de ter conseguido ultrapassar o desafio árduo, e assim ter como recompensa todas as sensações vividas. Desta forma, velejar, jardinar, pintar, jogar futebol, cozinhar, cantar, ou outra qualquer atividade, envolvem habilidades, como tal constituem um desafio que leva a alegria, contentamento e gozo. Retirar da vida o que ela tem de melhor, promover as forças e virtudes de cada indivíduo é uma perspectiva abraçada pela Psicologia. Esta é uma abordagem que expresso na grande maioria dos meus artigos, pois olho para a vida de uma forma projetiva, virada para o futuro e para os objetivos que as pessoas pretendem alcançar através daquilo que melhor nelas existe. A alegria, é algo inato a todos nós, vimos ao mundo com um código genético preparado para o sentimento de esplendor, o nosso corpo é um templo da felicidade, se assim olharmos para ele.

FATOR PROMOTOR
No entanto, para que o gozo na vida possa ser vivenciado é necessário dominar um conjunto de habilidades. O gozo emerge do mais íntimo da pessoa, está associado a algo que depende dela e da aprendizagem e aprimoramento que fez. Por outro lado, dedicar-me ao ócio, a ficar somente assistindo a filmes, ao sabor de uma bela refeição, de um cigarro, ou dos videogames não será necessário grande investimento psicológico ou habilidades para tirar prazer disso. As pessoas que estão conscientes disso, começam a retirar mais gozo e alegria das suas vidas. Elas conseguem alcançar o estado psicológico de preenchimento total, de felicidade e emersão na atividade, conhecido como, “Fluxo”. Melhorar as habilidades e propor-se a desafios para retirar alegria e gozo dessas mesmas habilidades é um fator promotor para ter uma vida muito mais agradável e realizada.
Não quero transmitir a ideia de que você não deverá dedicar-se às outras atividades naturalmente prazerosas. Este tipo de prazer é conhecido no mundo da psicologia como adaptação hedónico (adaptação natural a acontecimentos considerados positivos e prazerosos). Este tipo de prazer tem o seu lugar e é importante para o nosso bem-estar, deveremos usufruir dele. Entretanto se faz necessário perceber que este tipo de prazer que nos é natural, é regulado pela lei dos retornos decrescentes. Este tipo de felicidade raramente dura mais que um bom par de horas, atinge um pico e depois desce. Desta forma, deveremos tentar a coexistir com os dois tipos numa relação saudável e confortável.
Poderemos encaixar o estado psicológico de fluxo, no conceito de capital psicológico. Este conceito, transmite a ideia de que deveremos investir nas habilidades, competências, virtude e valores que possuímos e associar-lhes um conjunto de sensações de bem-estar e realização pessoal. Deveremos aumentar o nosso capital psicológico, com o objetivo de podermos retirar gozo e alegria desse investimento. Se eu não tiver nenhum tipo de capital financeiro, eu não poderei comprar nada, não poderei gastar nada. Para gastar é necessário, ganhar, para ganhar é necessário trabalhar. O mesmo se aplica ao capital psicológico e ao retorno desse investimento.

IMPORTANTE: Quanto mais investir, maior será a possibilidade de retorno. Aqui o retorno será em alegria, gozo, contentamento, gratificação e realização pessoal.

E VOCÊ, EM QUE ATIVIDADE SENTE O PULSAR DA VIDA?

Partilhe conosco algumas das atividades em que se sente emerso, alegre, realizado. Grande abraço. Participe e comente!